Bem-vindo! Quarta, 28/06/2017.
Agora na TV 11:00h JOGO ABERTO / 12:30h MEIO-DIA CATARINA / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
18/05/2017

Saúde

Leite humano: bancos precisam de doações

Leite humano: bancos precisam de doações Foto: Divulgação
Por REDAÇÃO

A cada litro de leite materno doado, 10 recém-nascidos são alimentados por dia. Mas nem sempre é fácil para os órgãos públicos conseguirem o alimento – segundo dados da Gerência de Integração Assistencial da Secretaria de Saúde de Florianópolis, há um déficit de cerca de 40% de leite humano para que sejam mantidos todos os recém-nascidos que estão internados em UTI neonatais da região da Grande Florianópolis. As informações foram levantadas para o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado nesta sexta-feira (19).

Dados da Rede Brasileira de Banco de Leite, referentes ao ano de 2016, mostram que os três bancos de leite humano (BLH) da Grande Florianópolis coletaram 2.192, 6 litros de leite, de 1.022 doadoras, beneficiando 2.074 crianças. Com o leite materno, o bebê prematuro ganha peso mais rápido, se desenvolve com mais saúde e fica protegido de infecções, diarreias e alergias.


A Grande Florianópolis conta com três bancos de leite: Hospital Infantil Joana de Gusmão (48) 3251-9141, Maternidade Carmela Dutra: (48) 3251-7552 e Banco de Leite Humano do Hospital Regional de São José: (48) 3271-9158. Os profissionais que atuam nas unidades fazem visitas domiciliares para orientar sobre a retirada do leite e para buscar o alimento, mediante agendamento.

As mulheres que estão no período da amamentação são possíveis doadoras de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento contraindicado no período da amamentação. 









Últimas Notícias

Saúde

Vigilância Epidemiológica descarta surto de meningite em Santa Catarina

Saúde

Os cuidados com o sal na alimentação

Saúde

Lotes de vacinas Rotavírus suspensos pela Anvisa não foram enviados a SC