Bem-vindo! Terça, 22/08/2017.
Agora na TV / / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
18/05/2017

Saúde

Leite humano: bancos precisam de doações

Leite humano: bancos precisam de doações Foto: Divulgação
Por REDAÇÃO

A cada litro de leite materno doado, 10 recém-nascidos são alimentados por dia. Mas nem sempre é fácil para os órgãos públicos conseguirem o alimento – segundo dados da Gerência de Integração Assistencial da Secretaria de Saúde de Florianópolis, há um déficit de cerca de 40% de leite humano para que sejam mantidos todos os recém-nascidos que estão internados em UTI neonatais da região da Grande Florianópolis. As informações foram levantadas para o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado nesta sexta-feira (19).

Dados da Rede Brasileira de Banco de Leite, referentes ao ano de 2016, mostram que os três bancos de leite humano (BLH) da Grande Florianópolis coletaram 2.192, 6 litros de leite, de 1.022 doadoras, beneficiando 2.074 crianças. Com o leite materno, o bebê prematuro ganha peso mais rápido, se desenvolve com mais saúde e fica protegido de infecções, diarreias e alergias.


A Grande Florianópolis conta com três bancos de leite: Hospital Infantil Joana de Gusmão (48) 3251-9141, Maternidade Carmela Dutra: (48) 3251-7552 e Banco de Leite Humano do Hospital Regional de São José: (48) 3271-9158. Os profissionais que atuam nas unidades fazem visitas domiciliares para orientar sobre a retirada do leite e para buscar o alimento, mediante agendamento.

As mulheres que estão no período da amamentação são possíveis doadoras de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento contraindicado no período da amamentação. 









Últimas Notícias

Saúde

Saúde assina convênio de R$ 21,6 milhões com Hospital Regional de Chapecó

Saúde

Números preocupantes em Santa Catarina, em apenas 15 dias, 121 novos focos do mosquito Aedes aegypti foram identificados no estado

Saúde

Centro Integrado de Saúde é inaugurado em Itajaí